Entrevista com Deza Correia

A entrevistada da semana é a Deza, ela é uma das participantes da 5ª temporada do reality show brasileiro Bake Off Brasil – Mão na Massa (SBT). Empresária, mãe e esposa, hoje ela vai contar como conseguiu vencer a depressão e como descobriu que queria seguir a carreira da confeitaria.

Deza_Bake Off_5 Temporada_Foto_Gabriel_Cardoso_SBT (5)

Emerson: Como sua história começou?

Deza: A minha história começou à quatro anos atrás, onde eu trabalhava em uma empresa de telemarketing com meu esposo, lá eu comecei fazendo bolos no pote e era um sucesso de vendas na época, e um dia me perguntaram se eu fazia bolos para festas eu falei: “Sei, sei sim, claro”. Eu nunca tinha feito bolos para festas mas foi um estouro, foi na época da frozen e as pessoas amaram e logo em seguida eu criei uma página no Facebook e postei a foto do meu primeiro bolo, dai em diante as pessoas começaram a perguntar: “Há, você faz bolo? faço”, fui um pouco ousada (Risos). Logo depois acabou acontecendo de eu ter que pedir a saída da empresa porque já não estava mais dando conta de trabalhar no telemarketing e trabalhar com a confeitaria.

20190619_prova técnica_012

Eu não tinha noção de onde começar na confeitaria, como fazia o chantilly ou como preparava os bolos, mas eu tive um apoio de uma pessoa que me mostrou e me deu caminhos que é a Telma Rosa, ela é técnica em bolos decorados. Mas quando eu era bem pequenininha eu ficava olhando a minha tia Marineide fazendo bolos, ela falava: “Saí daqui, você fica olhando tudo” (Risos). Ela mora no nordeste e sempre falava assim: “Você fica me vigiando né sua espiona”. Ela sempre fazia os bolos no meu aniversário e eu gostava de ver, era nem questão de lamber a panela de brigadeiro, mas era de ver como ela fazia. Ela foi também uma das grandes inspirações para mim. Então, a minha história na confeitaria começou com os bolos no pote e todas as minhas aulas eu tenho que ensinar essa receita porque foi onde tudo começou.

Emerson: Quem foi sua maior inspiração neste meio?

Deza: Eu me inspirei na Nice Porto, ela é uma cake design, e eu sempre admirei a carreira dela apesar dos trabalhos da Nice ser com pasta americana, no início eu comecei com pasta americana e hoje eu arranho um pouquinho (Risos), mas ela foi uma das primeiras pessoas que eu me inspirei.

Emerson: Quais seus defeitos e qualidades

Deza: Bom, o meu defeito é a impaciência eu nunca sei esperar, tudo tem que ser para ontem, e a minha qualidade é a compaixão, tudo que eu faço é com muito amor e carinho e dedicação, eu sou muito amorosa e muito chorona, claro (Risos).

Emerson: Qual o maior desafio você já teve que enfrentar na sua vida?

Deza: Quando estava faltando 1 mês para o meu casamento (25 de novembro) a minha loja veio a falir, eu tive uma loja de bolos onde eu vendia 900 reais por dia e passei a vender 25 reais. Tudo começou a se transformar em um buraco enorme, e a gente caiu dentro porque o casamento estava marcado e tinha muitas contas para pagar. O casamento aconteceu, mas começou a chegar as dividas e foi onde eu cai em depressão e quase cometi suicídio, e meu esposo teve que ir para outra cidade atrás de emprego.

Emerson: Como você conseguiu superar a depressão?

Deza: Quando eu entrei em depressão eu não levantava da cama, eu só queria ficar deitada chorando o dia inteiro, eu não tinha mais a alegria de viver eu tinha perdido tudo, perdi loja, o meu esposo teve que ir para outra cidade e eu não tinha mais aulas, eu não tinha mais encomendas, a Deza estava apagada, mas um dia eu ajoelhada no chão do meu quarto eu chorava e pedia para Deus, perguntava porque tanta lágrimas de sofrimento, porque tudo aquilo estava acontecendo comigo? Sendo que eu não fazia nada de mal para as pessoas, tanto tempo que eu vinha sofrendo, tanto tempo que tudo vem dando errado e sempre uma voz na minha cabeça falando: “Vai, tira sua vida, vai, você não precisa estar aqui”. Mas meu único pensamento era meu filho e meu esposo, e de repente me deu um sono que fazia muito tempo que eu não sentia e eu acabei levantando do chão deitando na cama e dormindo, no dia seguinte eu levantei com o pensamento de ir na igreja. Eu fui através de uma amiga minha que me convidou, quando começou o culto a pastora começou a pregar, foi o culto de Mulheres que Inspiram e ai do nada apareceu uma moça que eu não conhecia, ela pediu para falar comigo quando ela se aproximou o espirito santo disse assim: “Filha ontem a noite você chorando disse que eu tinha te esquecido, só que eu não te esqueci, eu sempre estive aqui, eu estou de braços abertos para te receber, eu só estava te esperando e todos aqueles planos que você sempre sonhou, que você sempre tentou e sempre deu errado hoje eu tiro eles da gaveta e a partir de agora a sua vida vai mudar”. Aquilo para mim foi um grande choque, eu fiquei pensando: “Nossa essa pessoa não me conhece e quem sabia que ontem eu estava ajoelhada a noite chorando?”. Quando eu acordei no dia seguinte eu abri meu celular e eu não acreditava no que eu estava vendo porque eram muitas mensagens de pedidos de cursos que faziam mais de 6 meses que eu não dava aula e encomendas onde eu tive que pedir doações porque eu não tinha nada dentro de casa para fazer nem tão pouco para comprar. Eu liguei para o meu esposo e falei: “Amor olha, tem encomendas, tem curso olha só que maravilha”. Mas até então eu nem imaginava que Deus estava começando a trabalhar na minha vida, e foi assim que eu venci maldita depressão.

20190619_prova criativa_042

Emerson: Olhando suas fotos eu vi que de uns tempos para cá você mudou na sua forma física. Isso foi um resultado da depressão ou foi uma mudança de vida que você quis fazer?

Deza: Não, não foi o resultado da depressão graças a Deus (Risos), foi eu realmente que quis mudar, é motivação eu poder falar assim, nossa, hoje eu estou bem, eu estou feliz então foi de mim mesmo que saiu essa nova Deza (Risos), foi eu que escolhi essa mudança.

Emerson: Qual a maior dificuldade de fazer uma reeducação alimentar?

Deza: A maior dificuldade é você trabalhar com doces igual eu trabalho e ter que resistir a todas as tentações, mas a força de vontade fala mais auto.

Emerson: Quais suas metas para o próximos anos?

Deza: É conquistar ainda mais o meu espaço onde eu venho conquistando, trabalhando com pessoas, mostrar que eu sei, mostrar que eu sou capaz, mostrar que quando a gente quer a gente consegue e não ter limitações.

Emerson: Como foi seu processo de inscrição no reality até sua entrada no programa?

Deza: Na verdade meu processo de inscrição eu fiz este ano onde depois sem expectativa nenhuma que eles fossem me chamar acabaram me selecionando, foi assim uma grande surpresa.

Emerson: Para finalizar diga uma frase ou musica que represente sua história.

Deza: Ergue essa cabeça, mete o pé e vai na fé, manda essa tristeza ir em bora, pode acreditar que o novo dia vai raiar, sua hora vai chegar.

20190619_prova criativa_011

Instagram: @dezabakeoff

AGRADECIMENTO:

sbt-logo-1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s